fbpx

Blog

Cartórios devem seguir padrão mínimo de equipamentos para funcionarem, diz CNJ

Cartórios devem seguir padrão mínimo de equipamentos para funcionarem, diz CNJ
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou, no início deste mês, uma norma que estabelece o padrão mínimo de equipamentos tecnológicos que os cartórios devem seguir para poderem funcionar. Alguns dos requisitos são: energia estável, rede elétrica aterrada, banco de dados, serviço de cópias de segurança na internet (backup em nuvem) e software antivírus.

O Provimento nº74, assinado pelo Corregedor Nacional de Justiça, Ministro João Otávio de Noronha, visa garantir a segurança da informação e atendimento ao cidadão, além de facilitar a fiscalização da Corregedoria.

“Após vistoria em todos os Estados, observamos que alguns cartórios operavam sem nenhum sistema de segurança de dados, como, por exemplo, softwares piratas e internet intermitente”, informou o juiz auxiliar da Corregedoria, Márcio Evangelista Ferreira da Silva.

Para cumprir o provimento, os cartórios foram divididos em três classes, de acordo com a sua arrecadação semestral:

  • Classe 1: serventias com arrecadação de até R$ 100 mil;
  • Classe 2: serventias com arrecadação de até R$ 500 mil;
  • Classe 3: serventias com arrecadação acima de R$ 500 mil por semestre.

Cada classe possui uma lista mínima de requisitos tecnológicos. A lista completa está anexa ao Provimento.

Márcio Evangelista ainda informou que o órgão levou em consideração “desde o preço dos equipamentos até o avanço tecnológico e a necessidade de uniformizar a manutenção dos arquivos eletrônicos, de forma a permitir que, no futuro, os dados sejam compartilhados entre os cartórios com segurança”.

Atualmente, no Brasil, existem 11.921 cartórios. De acordo com o levantamento da Corregedoria, cerca de 30,1% estão na classe 1, mais de 26,5% na classe 2, e 21,5% na classe 3.

O provimento entra em vigor 180 dias após da sua data da publicação.

O provimento completo nº74, de 31 de julho de 2018, pode ser baixado aqui.

Requisitos tecnológicos mínimos para cartórios. Provimento 74 CNJ.

A Infomach pode te assessorar no cumprimento e na manutenção dos requisitos impostos pelo provimento 74 do CNJ. Clique no banner e saiba mais!

Artigos Relacionados

Procurar

Utilize o campo abaixo para encontrar o que deseja no Blog.

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba diretamente em seu e-mail nossos informativos.