fbpx

Blog

10 dicas para se manter seguro online nessa Black Friday

10 DICAS PARA SE MANTER SEGURO NO MUNDO ONLINE NESSA BLACK FRIDAY
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

A Black Friday, maior evento de e-commerce do Brasil acontece amanhã, dia 24, na última sexta-feira de novembro.

Este grande evento atingiu R$ 1.9 bilhões em vendas em 2016 aqui no Brasil e, a cada ano, o numero só aumenta! Esse número chama a atenção tanto do consumidor, que quer sempre economizar, comprando bons produtos por uma bagatela, como também dos cibercriminosos, que se aproveitam desse grande fluxo de compras e da falta de conscientização de grande parte da população a respeito das ameaças presentes no mundo virtual, para roubar informações pessoais dos menos avisados.

Pensando nisso criamos, com ajuda de nossa parceira McAfee, uma lista com 10 dicas para você se manter seguro enquanto estiver online:

  1. Crie senhas complexas
    Nós sabemos que você já ouviu isso antes, mas criar senhas fortes e únicas para todas as suas contas críticas é realmente a melhor maneira de manter suas informações pessoais e financeiras seguras. Isto é especialmente verdadeiro na era de hacks corporativos generalizados, onde uma violação de banco de dados pode revelar dezenas de milhares de senhas de usuários. Se você reutilizar suas senhas, um hacker pode tirar os dados vazados de um ataque e usá-lo para fazer login em suas outras contas. Nosso melhor conselho: use um gerenciador de senhas para ajudá-lo a armazenar e criar senhas fortes para todas as suas contas.
  2. Aumente a segurança da sua rede
    Agora que seus logins estão mais seguros, verifique se suas conexões estão seguras. Em casa ou no trabalho, você provavelmente utiliza um roteador protegido por senha que criptografa seus dados. Mas, quando você estiver fora, você pode se sentir tentado a usar Wi-Fi gratuito e público. O problema com o Wi-Fi público é que muitas vezes ele não é seguro. Isso significa que é relativamente fácil para um hacker acessar seu dispositivo e suas informações. É por isso que você deve considerar investir em uma Rede Privada Virtual (VPN). Uma VPN é uma peça de software que cria uma conexão segura pela internet, para que você possa se conectar com segurança de qualquer lugar.
  3. Use um Firewall
    Mesmo que sua rede esteja segura, você ainda deve usar um firewall. Esta é uma barreira eletrônica que bloqueia o acesso não autorizado a seus computadores e dispositivos, e muitas vezes é incluída no software de segurança abrangente. O uso de um firewall garante que todos os dispositivos conectados à sua rede estejam protegidos, incluindo os dispositivos IoT (Internet of Things), como termostatos inteligentes e webcams. Isso é importante, pois muitos dispositivos IoT não estão equipados com medidas de segurança, dando aos hackers um ponto de entrada vulnerável para toda a rede.
  4. Clique com consciência
    Agora que você colocou as medidas de tecnologia inteligente em prática, certifique-se de que você não atraia o perigo com um clique descuidado. Muitas das ameaças online de hoje são baseadas em phishing ou engenharia social. Isto é, quando você é enganado para revelar informações pessoais ou confidenciais para fins fraudulentos. Os e-mails de spam, as ofertas falsas, as iscas, os questionários on-line, entre outros, utlizam essas táticas para atraí-lo para clicar em links perigosos ou conseguir suas informações pessoais. Sempre tenha cuidado com as ofertas que parecem muito boas para serem verdadeiras, ou que peçam muita informação.
  5. Seja um “compartilhador” seletivo
    Hoje em dia, existem muitas oportunidades para compartilhar nossas informações pessoais online. Apenas seja cauteloso com o que você compartilha, especialmente quando se trata de suas informações de identidade. Isso pode ser usado para se passarem por você ou adivinhar suas senhas e logins.
  6. Proteja sua vida móvel
    Nossos dispositivos móveis podem ser tão vulneráveis às ameaças online quanto os nossos laptops. Na verdade, os dispositivos móveis enfrentam novos riscos, como aplicativos de risco e links perigosos enviados por mensagem de texto. Tenha cuidado para clicar, não responda a mensagens de estranhos e apenas baixe aplicativos de lojas de aplicativos oficiais depois de ler as avaliações de outros usuários primeiro. Certifique-se de que o seu software de segurança esteja ativado no seu celular, assim como seus computadores e outros dispositivos.
  7. Pratique uma Navegação & Compras seguras
    Ao fazer compras online, visitar o seu internet banking ou outras transações sensíveis, certifique-se sempre de que o endereço do site comece com “https”, em vez de apenas “http”, e possua um ícone de cadeado no campo URL. Isso indica que o site é seguro e usa criptografia para codificar seus dados para que eles não possam ser interceptados por outros. Além disso, esteja atento aos sites que contêm erros ortográficos ou gramática ruim em seus endereços, pois eles podem ser cópias de sites legítimos. Use uma ferramenta de pesquisa segura como o McAfee SiteAdvisor ou o Check Single URL para evitar sites de risco.
  8. Mantenha-se atualizado
    Mantenha todo seu software atualizado para que você tenha os últimos patches de segurança. Ative atualizações automáticas para que você não precise pensar sobre isso e certifique-se de que seu software de segurança esteja configurado para executar exames regulares.
  9. Esteja atento aos golpes mais recentes
    As ameaças online estão evoluindo o tempo todo, então certifique-se de saber o que procurar. Atualmente, ransomware está em alta. Isto é, quando um hacker ameaça bloqueá-lo de todos os seus arquivos, a menos que você concorde em pagar um resgate. Fique um passo à frente dessa e de outras ameaças mantendo-se informado.
  10. Mantenha sua guarda alta
    Seja sempre cauteloso sobre o que você faz online, quais sites você visita e o que você compartilha. Use um software de segurança abrangente e assegure-se de fazer backup de seus dados regularmente, caso algo dê errado. Ao tomar medidas preventivas, você pode se salvar das dores de cabeça mais tarde.
  11. Dica extra: Evite os seguintes sites
    O Procon SP criou uma lista com os sites que devem ser evitados, pois tiveram reclamações de consumidores registradas, foram notificados, não responderam ou não foram encontrados. A lista completa pode ser conferida aqui.

Coloque essas dias em prática, fique atento, e boas compras!



 

Artigos Relacionados

Procurar

Utilize o campo abaixo para encontrar o que deseja no Blog.

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba diretamente em seu e-mail nossos informativos.